Jesus, comunista?

Esta é a ideia presente na cabeça de muitos teólogos, padres e bispos atualmente. Não só. Também políticos afirmam essa bobagem. Hugo Chávez da Venezuela afirmou isso algum tempo atrás. Agora, o  premiado ator Matthew Modine quer passar também essa ideia através do filme “Jesus was a commie” (Jesus era um comunista).

Para o ator, se Jesus estivesse entre nós de carne e osso (esse senhor esquece ou não crê  que Ele está entre nós com Seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade), Ele apoiaria o movimento “Ocupe Wall Street”. Para ele, se “houvesse um homem barbudo, de pés descalços falando sobre paz, liberdade, amor e virasse a mesa dos especuladores de Wall Street, ele seria crucificado pela mídia”.

O filme, um curta-metragem, mostra o Filho de Deus como um líder socialista fazendo pregações a favor dos pobres. No início do filme aparece o Bispo brasileiro já falecido Dom Helder Câmara, expoente da teologia da libertação nos anos 80 e 90, com a seguinte frase: “Se eu dou comida aos pobres, eles me chamam de santo. Se eu pergunto por que os pobres não têm comida, eles me chamam de comunista”.

Anúncios

Sobre catolicosconservadores
Casado, advogado, católico.

Comentário aguardando aprovação

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: