Senhor, porque Te escondes?

A Sagrada Escritura é uma fonte inexaurível de vida, um fortíssimo facho de luz na escuridão desta nossa existência! Diante de tantas coisas horríveis ao nosso redor temos que tomá-la e rezar com ela. Tomo como exemplo o Salmo 10.

Aí, o autor sagrado aparece escandalizado, como nós, tantas vezes: “Senhor, por que estás tão longe e te escondes no tempo da angústia?” Por que, Senhor, és um Deus fugidio? Por que parece que não ligas para nossas angústias, para o sofrimento dos teus, para o grito dos oprimidos desta vida? Tu não és amor? Não és providência? Não és piedade e compaixão? Por que, então fazes assim? Por que parece até que não existes, que fugiste deste nosso tempo de dores, impiedades e descrença?

“O ímpio se gloria da cupidez da sua alma, o avaro se felicita, mas despreza o Senhor. O ímpio, no seu luxo soberbo diz: ‘Ele não repara!’, ‘Deus não existe’, eis o que pensa! Seus caminhos prosperam o tempo todo, teus juízos estão bem longe da sua vida…”

Senhor, será que os ímpios estão mesmo certos? Será que esta é a triste conclusão: Deus não existe? Existes, Senhor? Ages no mundo, Senhor? Importa-te realmente com os homens, Deus santo?

A impiedade se alastra; o paganismo floresce com força impressionante; a mentira, a falsa religiosidade levam a melhor; os padres que querem seguir a Cristo, evangelizar de verdade, que defendem a doutrina da Igreja, o Papa são os mais ridicularizados e perseguidos; os leigos que querem uma liturgia bem celebrada são atacados e marginalizados dentro da Igreja; as famílias boas são atormentadas por filhos que vivem nas drogas; no Brasil, os partidos que estão mais envolvidos com a corrupção são os mais votados; aqueles que defendem o homossexualismo, o aborto, a camisinha são aplaudidos e os que defendem a vida são ridicularizados; os conservadores são calados no trabalho, na sociedade e na mídia, enquanto que os progressistas são exaltados, honrados, aplaudidos e até idolatrados.

… Vi o show da Lady Gaga: quanta bobagem, quanta idiotice, quanta superficialidade, quanta vulgaridade, quanta impiedade… E eram milhares, aplaudindo, extasiando-se com o lixo, com a mentira, com o que não passa de morte grotesca!

Onde estás, Senhor? Por que te escondes? Por que fugiste do mundo? Por que deixaste os filhos de Adão e as filhas de Eva entregues a sua própria cegueira e loucura? Os ímpios hoje dizem: “‘Não vacilarei, de geração em geração não serei infeliz!’ Diz consigo mesmo: ‘Deus se esqueceu, desviou o rosto, ele não vê mais!’ Levanta-te, Senhor! Deus ergue a tua mão! Não te esqueças dos pobres!” Olha aqueles que esperam em ti, aqueles que sofrem por ver o teu nome ser riscado do coração do mundo! Olha aqueles que estão sofrendo por ver tanta injustiça contra os teus dentro da própria Igreja! Olha aqueles que sofrem com as drogas, a imoralidade dominante, a corrupção crescente!

Senhor, nós sabemos, nós cremos: tu não és um Deus distante, não és um Deus indiferente ao mundo: “Viste a fadiga e a aflição, e estás atento para dar-lhes a paga. A ti se entrega o infeliz, para o órfão és um protetor! Ouviste o desejo dos humildes, Senhor, fortaleces seu coração e o escutas, para tutelares os direitos do órfão e do oprimido e não mais orgulhar-se o homem feito de barro”.

Este texto foi tirado do blog http://costa_hs.blog.uol.com.br/ e adaptado por mim com alguns acréscimos.

Anúncios

Sobre catolicosconservadores
Casado, advogado, católico.

Comentário aguardando aprovação

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: