10 mandamentos para a luta espiritual

Thomas Paprocki, Bispo de Springfield (Illinois, EUA) autorizou que seja recitada em sua diocese, no final de cada Santa Missa, a Oração a São Miguel Arcanjo composta pelo Papa Leão XIII. Para isso, informa o jornal diocesano Catholic Times, foram distribuídos às paróquias cartões impressos, contendo num lado a oração e no outro uma carta de Dom Paprocki.

Um dos maiores trunfos de Satanás em sua camuflagem, é a crença de que ele não existe”, afirmou o Bispo norte-americano. Quando não acreditamos “nas forças do mal ficamos incapazes de resistir a elas. Por isso, é bom lembrarmos a Oração a São Miguel Arcanjo” acrescentou.

Por determinação de Leão XIII, essa oração era rezada no final de cada celebração eucarística até o ano de 1965. “João Paulo II e Bento XVI exortavam os fiéis a rezá-la diariamente, sobretudo depois da Missa”, explicou Dom Paprocki.

“O Arcanjo Miguel quando disputava com o diabo, discutindo a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a pronunciar uma sentença injuriosa contra ele, mas limitou-se a dizer: o Senhor te repreenda!” (Judas v.9).  O Diabo existe para alguns teólogos, religiosos, sacerdotes e algumas religiões e seitas o diabo em geral tem sido visto como uma relíquia da superstição: uma invenção humana.

Por isso em 2002 o arcebispo de Genova, Dionigi Tettamanzi, um dos cardeais mais importantes da Itália, causou grande agitação com sua carta pastoral de 40 páginas sobre como opor-se ao diabo.

A carta  “10 mandamentos”:

Primeiro: “Não te esqueças de que o diabo existe”, porque sua “primeira impostura” é “fazer-nos crer que ele não existe”.

Segundo: “Não te esqueças de que o diabo é um tentador… Não penses que tu és imune ou invulnerável”.

Terceiro: “Não te esqueças de que o diabo é muito inteligente e astuto. Ele continua a ser insidioso por fascinar, como fez com o primeiro homem”.

Quarto: “Vigia os olhos e o coração. E sê forte: em espírito e virtude”.

Quinto: “Crê firmemente na vitória de Cristo sobre o tentador”, porque isso “te fará seguro e imperturbável mesmo diante do mais violento ataque que nos possa ser desferido contra ti”.

Sexto: “Lembra-te de que Cristo te faz participante de sua vitória”.

Sétimo: “Continua a escutar a Palavra de Deus”.

Oitavo: “Sê humilde e ama a humilhação”.

Nono: “Ora sempre, sem te cansares”, a fim de vencer a tentação.

Décimo: “Adora o Senhor, teu Deus, e somente a ele rende adoração”.

Com autoridade divina São Paulo Apóstolo afirmou: “Para o os incrédulos, dos quais o “deus deste mundo” obscureceu a inteligência” (2 Cor 4,4).

O apóstolo São Pedro escreveu, Satanás é “como leão que ruge, procurando a quem devorar”. (1 Pd 5,8) Não causa admiração que o apóstolo São João lembrasse aos cristãos: “O mundo inteiro está no poder do maligno.” (1 Jo 5,19)

É exortativo não ignorarmos os ensinamentos dos santos apóstolos de Cristo. “Jesus Cristo se manifestou para destruir as obras do diabo” (1 Jo 3,8). A ferramenta do Diabo foi anunciado que o diabo deixaria seus trabalhos e ofereceria suas ferramentas para qualquer um que deixasse pagar o preço.

No dia da venda, elas foram expostas de maneira atraente: malícia, ódio, maus desejos, inveja, ciúme, sensualidade, fraude…

Todos os instrumentos do mal estavam lá, cada um com o seu preço. Separada do resto, se encontrava uma ferramenta de aparência inofensiva que, apesar de estar usada, tinha o preço superior ao de todas as outras.

Alguém perguntou ao diabo o que era. É o desânimo, respondeu ele.

-Mas por que ela esta tão aborrecido?

– “Porque”, respondeu o diabo, “ela me é mais útil do que todas as outras ferramentas”. Com ela, eu sei entrar em qualquer ser humano, e, uma vez no interior dele, eu posso manobrá-lo da maneira que melhor me convém.

“Essa ferramenta está usada porque eu a ultilizo quase todo o mundo e pouquíssimas pessoas sabem que ela me pertence”.

É supérfluo acrescentar que o preço fixado pelo diabo para o desânimo era tão alto que a ferramenta nunca foi vendida.

O diabo é sempre o proprietário, e ele continua a utiliza-la…O Capitão Capelão António Álvares da Silva (Frei Orlando), Patrono do Serviço de Assistência Religiosa do Exército (SAREX), disse com categoria: “Gente desanimada é gente vencida”.

Longe e bem longe do diabo e de sua ferramenta. Seguir o conselho do apóstolo São Tiago “Sujeitai-vos, pois a Deus, resistir ao diabo e ele fugirá de vos”. “Chegai-vos a Deus e ele chegará a vós” (Tg 4,7.8).O bom Deus fala para nós: “Não temos, porque eu estou contigo, não fiques apavorado, pois eu sou teu Deus; eu te fortaleço sim, eu te ajudo” (Is 41,10).Contra toda a cilada do inimigo e para uma vida vitoriosa a receita é: o estudo da Palavra de Deus, oração, jejum e a Santíssima Eucaristia.

por Pe. Inácio José do Vale

Professor de História da Igreja

Anúncios

Sobre catolicosconservadores
Casado, advogado, católico.

Comentário aguardando aprovação

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: