Lula dá uma de teólogo da libertação

Não é de estranhar que o ex-presidente da República Luìs Inácio Lula da Silva saia falando besteiras. Agora, falou mais uma. Se não bastasse dar opinião sobre futebol, agora deu uma de teólogo (da libertação).

Num discurso aos agricultores em Salvador – BA ontem (21), ele comentou sobre o trecho do Sermão das Montanhas proferido por Jesus “Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus”. Ele afirmou que esse negócio de Reino dos Céus para os pobres é bobagem.

Segundo ele — Bobagem, essa coisa que inventaram que os pobres vão ganhar o reino dos céus. Nós queremos o reino agora, aqui na Terra. Para nós inventaram um slogan que tudo tá no futuro. É mais fácil um camelo passar no fundo de uma agulha do que um rico ir para o céu . O rico já está no céu, aqui. Porque um cara que levanta de manhã todo o dia, come do bom e do melhor, viaja para onde quer, janta do bom e do melhor, passeia, esse já está no céu. Agora o coitado que levanta de manhã, de sol a sol, no cabo de uma enxada, não tem uma maquininha para trabalhar, tem que cavar cada covinha, colocar lá e pisar com pé, depois não tem água para irrigar, quando ele colhe não tem preço. Esse vai pro inferno — e ainda insistiu: – Queremos que todo mundo vá pro céu, agora. Queremos ir pro céu vivo. Não venha pedir para a gente morrer para ir pro céu que a gente quer ficar aqui mesmo. –

Ele já declarou que quer o céu aqui na terra. Ele não disse isso por si mesmo, provavelmente deve ter tirado essa ideia da cabeça de Boff ou Beto, seus amigos desde a época dos sindicatos e grandes expoentes da heresia materialista no Brasil.

Dá para ter dó de um sujeito que se contenta com o paraíso aqui na terra. Essa ideia é típica dos materialistas que querem construir um paraíso aqui na terra. Bento XVI em sua encíclia “Spe Salvi” falou sobre isso e disse que a esperança cristã está baseada na espera do Reino dos Céus e não no reino da terra.

Ademais, pensar dessa forma como o ex-presidente disse é brutal ignorância. Vai perguntar para um rico se a vida dele é um céu. Ele pode ter bem-estar, mas sabe que ainda que possua muitas coisas, seu coração anda inquieto, enquanto não encontrar descanso (parafraseando Santo Agostinho). Por quê? Porque o coração do homem, ainda que possua muitas coisas, precisa ser possuído por Aquele que possui todas as coisas. Não é riqueza nem pobreza material que leva alguém ao céu ou ao inferno, mas é a atitude do homem frente a Deus e as coisas que Ele nos deu para administrar.

Ao contrário do que disse Lula (rima com mula), nós acreditamos que lá está nosso lugar. Lá no céu! “Nós somos cidadãos do céu e é de lá que aguardamos a vinda do Salvador, o Senhor Jesus Cristo” Fl 3. 20.

 

Anúncios

Sobre catolicosconservadores
Casado, advogado, católico.

Comentário aguardando aprovação

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: