Medalha de São Bento

Hoje, 11 de julho, a Igreja celebra São Bento de Núrsia. Quis, nesta ocasião colocar um pouco da história da medalha de São Bento, tão poderosa contra as enfermidades e contra os ataques do Maligno. Vale ressaltar que a medalha não é um amuleto e sim um sacramental. Sua eficácia contra os males físicos e espirituais está condicionada a uma vida ascética (missa, orações, penitências, etc.)

A história da medalha de São Bento

São Bento usava com freqüência o sinal da cruz. Utilizava como forma de proteção, salvação e afirmação da vida e obra de Jesus. Fato é o episódio em que o cálice envenenado quebra-se ao ser feito o sinal da cruz sobre ele. O sinal da cruz era recomendado por ele a todos que estivessem passando por alguma aflição ou tentação maligna. Uma cruz era o selo dos monges na carta de sua profissão quando não sabiam escrever.

No século XVII, em Nattenberg, na Baviera, algumas mulheres acusadas de bruxaria afirmaram não ter conseguido sucesso em atingir o mosteiro beneditino de Metten. Ao ser investigado o fato, constatou-se que em seu interior estavam marcadas as paredes com diversas cruzes com algumas siglas misteriosas. Após alguns anos e mais pesquisas em bibliotecas e somente no século XX o mistério foi desvendado.

 Medalha de São Bento

 Eius in obitu nostro presentia muniamur. “Que a hora de nossa morte, nos proteja Tua presença”.

 Nas medalhas atuais, freqüentemente desaparece a frase que é substituída por esta: Crux Sancti Patris Benedicti, ou todavia, mais simplesmente, pela inscrição: Sanctus Benedictus.

Explicação do reverso 

Em cada um dos quatro lados da cruz:

C. S. P. B. Crux Sancti Patris Benedicti.

Cruz do Santo Pai Bento

Na vertical da cruz:

C. S. S. M. L.

Crux Sacra Sit Mihi Lux.

Que a Santa Cruz seja minha luz

Na horizontal da cruz:

N. D. S. M. D. Non Draco Sit Mihi Dux.

Que o demônio não seja o meu guia

Começando pela parte superior, no sentido do relógio:

V. R. S.

Vade Retro Satana.

Afasta-te Satanás

N. S. M. V.

Nunquam Suade Mihi Vana.

Não me aconselhes coisas vãs

S. M. Q. L.

Sunt Mala Quae Libas.

É mau o que me ofereces 

I. V. B.

Ipse Venena Bibas.

Bebe tu mesmo teu veneno

E a palavra PAX (PAZ) e nas mais antigas IESUS

 

  A Oração de São Bento 

A Cruz sagrada seja minha Luz               Crux Sacra Sit Mihi Lux

Não seja o Dragão meu guia                   Non Draco Sit Mihi Dux

Retira-te Satanás                                    Vade Retro Sátana

Nunca me aconselhes coisas vãs             Nunquam Suade Mihi Vana

É mal o que tu me ofereces                     Sunt Mala Quae Libas

Bebe tu mesmo do teu veneno                Ipse Venena Bibas

 

Anúncios

Sobre catolicosconservadores
Casado, advogado, católico.

Comentário aguardando aprovação

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: