Myrian Rios amordaçada?

Todos sabem que, quando alguém na mídia levanta a voz contra padres pedófilos ou padres infiéis ao celibato, seja por envolvimento com mulheres ou por envolvimento com gays, não existe ninguém na mídia que conteste, ainda que sejam falsas as acusações.

Mas quando um católico levanta a voz e reclama os seus direitos, ele logo é taxado de retrógrado, nazi-fascista, etc.

É o que está acontecendo com a deputada católica Myrian Rios.

Ela, em um discurso na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, disse que queria também o direito de poder demitir alguém que fosse babá de suas crianças e fosse homossexual. Não por preconceito (pois ela afirma que tem amigos homossexuais), mas pelo simples fato de que a orientação sexual de tal pessoa não coincide com a orientação sexual dela. Diante disso, as crianças poderiam correr o risco de receber uma educação contrária à que ela está dando às crianças.

Procurando no Google, você vai encontrar uma série de notícias alegando que Myrian Rios foi homofóbica no seu discurso. Existe até carta de repúdio contra a deputada (ver em http://homofobiabasta.wordpress.com/2011/06/28/carta-integrada-de-repudio-ao-pronunciamento-da-deputada-myrian-rios/).

O que eu não entendo é o seguinte: por que eles (a mídia) têm todo o direito de criticar (e até criminalizar) as opiniões contrárias às deles e os outros não podem se manifestar? Cadê a liberdade de expressão? Eles (o movimento político homossexual), em nome da liberdade de expressão, usam imagens religiosas nas suas paradas e os católicos não podem se manifestar?

A mídia está totalmente alinhada com o discurso do politicamente correto e não há mais liberdade de expressão nesse país.

Já estamos numa ditadura?

Seria importante agora a comunidade católica se solidarizar com a deputada mandando e-mails de apoio para ela, pois o movimento gay já está querendo denunciá-la na Comissão de Ética da Alerj.

O e-mail é: myrianrios@alerj.rj.gov.br

 

Anúncios

Sobre catolicosconservadores
Casado, advogado, católico.

13 Responses to Myrian Rios amordaçada?

  1. Thais Izar says:

    E deveria mesmo ser denunciada! a partir de momento que ela coloca em pé de igualdade um homossexual com um pedofilo ela esta totalmente errada! E o catolicismo é a favor de posar nua? Amar alguem do mesmo sexo nao pode perante a igreja, posar nua pode?! Dificil entender, muito dificil!

  2. Michel Daud says:

    A liberdade de expressão meu amigo, é mútua. Sua liberdade de expressão possui limites, assim que você fere não só a liberdade, mas também a “dignidade” alheia. Portanto, vocês não possuem o direito de defenderem um tipo de opinião, se esta, ferir a liberdade e dignidade de um outro. Pense nisso como no Racismo, e talvez, suas mentes atrasadas entendam. Talvez né. rs

    • Caro amigo, é preciso entender que ela não associou todo o homossexualismo à pedofilia (isso seria um absurdo!), ela disse “pode”. Como um heterossexual PODE cometer atos de pedofilia.
      Agora, porque os católicos não podem defender sua fé, que você disse que fere a dignidade das pessoas, e expor santos católicos não fere a dignidade religiosa dos católicos? Direitos iguais!

      • Ora senhor “catolicosconservadores”, alguém te disse que todos os homossexuais foram a favor daquilo? Eu fui um que critiquei! Agora quer dizer que vocês voltaram ao tempo da lei e “quem com ferro fere, com ferro será ferido” ? Meu caro a sua deputada católica simplesmente falou que o motorista homossexual podia buRInar os seus filhos, disse que a babá lésbica podia cometer a pedofilia com duas meninas, disse que a pedofilia é uma orientação sexual ( Colocando sim, a orientação sexual homossexual em pé de igualdade com a pedofilia, visto que a mesma afirmou que só a heterossexualidade é a normal citando um texto fora do contexto de Gênesis ), contrariou inclusive a opnião de muitos teólogos e da própria ICR ao falar da “opção” homossexual, a ICR sabe que existem homossexuais e os chama a uma vida celibatária ( isso a deputada não falou ), é lastimável que ela seja Missionária com uma conduta homofóbica, sem o mínimo conhecimento de sexualidade humana ( não sabe diferenciar orientação se opção, confunde educação sexual com orientação sexual, cita várias vezes a pedofilia como uma prática variente da homossexualidade ou “irmã” da homossexualidade, concordou com o deputado Samuel Malafaia ao falar que ao aprovar uma lei que favorece LGBTs irá abrir uma porta pra pedofilia! ) Você ainda tem a coragem de falar que ela não agiu de forma homofóbica?! Que Deus tenha misericórdia de você e dela.
        “O meu povo perece por falta de conhecimento…” Oséias 4:6

  3. Bismak says:

    Ninguém disse que expor os santos foi um ato certo, cabe agora que se analise e julgue os fatos. Mas uma coisa não tem nada a ver com a outra.

    Se formos pegar da forma que você coloca, elá não empregaria um heterossexual pra cuidar de suas filhas, pois logo ele PODERIA abusar delas… Mas ela não dessa forma, o perigo aparentemente só se apresenta se o empregado for homossexual.

  4. Michel Daud says:

    Ela não associou a homossexualidade com a pedofilia? Querido, se ela disse que não queria contratar uma lésbica a cuidar de suas filhas, pois ela pode abusar das mesmas, então, ela associou na mais pura e perfeita ignorância. E, além do mais, ela chamou a pedofilia de orientação, a pedofilia é uma doença, e a homossexualidade sim é uma orientação, tal qual a heterossexualidade. Defender pensamentos cristãos, qualquer um pode, mas como eu disse, ferir a dignidade alheia não. E quanto a imagem do santo, não seja hipócrita, era para alertar as à usarem camisinhas e se prevenirem conta a AIDS, uma doença que mata. Agora me fale com toda a sua certeza que nenhum cristão trairá. Se eles trairem, eles podem transmitir o HIV para à esposa em casa que não possui nada haver com os atos infiéis deste ser, portanto, use camisinha. E se te feriu a dignidade nesta propagando pró-saúde, eu nem consigo imaginar como você seria ferido se você fosse espancado na rua por ser heterossexual. Pense nisso mais uma vez, igualdade e proteção à todos. Os discursos de religiosos “fundamentalistas” apenas aprovam à homofobia. E em termos mais fáceis para você entender o que é isso, os fundamentalistas acabam aprovando indiretamente a violência aberta ao ser humano, seja ele homossexual ou heterossexual.

  5. Ora senhor “catolicosconservadores”, alguém te disse que todos os homossexuais foram a favor daquilo? Eu fui um que critiquei! Agora quer dizer que vocês voltaram ao tempo da lei e “quem com ferro fere, com ferro será ferido” ? Meu caro a sua deputada católica simplesmente falou que o motorista homossexual podia buRInar os seus filhos, disse que a babá lésbica podia cometer a pedofilia com duas meninas, disse que a pedofilia é uma orientação sexual ( Colocando sim, a orientação sexual homossexual em pé de igualdade com a pedofilia, visto que a mesma afirmou que só a heterossexualidade é a normal citando um texto fora do contexto de Gênesis ), contrariou inclusive a opnião de muitos teólogos e da própria ICR ao falar da “opção” homossexual, a ICR sabe que existem homossexuais e os chama a uma vida celibatária ( isso a deputada não falou ), é lastimável que ela seja Missionária com uma conduta homofóbica, sem o mínimo conhecimento de sexualidade humana ( não sabe diferenciar orientação se opção, confunde educação sexual com orientação sexual, cita várias vezes a pedofilia como uma prática variente da homossexualidade ou “irmã” da homossexualidade, concordou com o deputado Samuel Malafaia ao falar que ao aprovar uma lei que favorece LGBTs irá abrir uma porta pra pedofilia! ) Você ainda tem a coragem de falar que ela não agiu de forma homofóbica?! Que Deus tenha misericórdia de você e dela.
    “O meu povo perece por falta de conhecimento…” Oséias 4:6

  6. Thais Izar says:

    catolicosconservadores talvez a verdade doa mais do que qualquer coisa! Mas por favor aceitem o comentario de nosso amigo Felipe Resende!

  7. Michel Daud says:

    OMG! Estou ansioso para ver o comentário de Felipe.

  8. Thais Izar says:

    queremos o comentário do Felipe.

  9. Gostaria apenas de dizer uma coisa: Se tirássemos do discurso dela a demissão de um homossexual e colocasse um Negro ou um Judeu, o que vocês pensariam? AHH um absurdo! AHH isso é crime! Ela é Racista, intolerante, que coisa abominável! Por que cargas d’agua com os homossexuais é diferente? Não vou entrar no âmbito de que ninguém escolhe ser homossexual porque senão o debate é longo, porém se fosse uma opção? Ser Judeu ou Católico é uma opção e a intolerância religiosa é crime na lei!
    Eu não posso demitir um católico ou um judeu porque ele pode ensinar os seus cultos para minha criança, isso é CRIME. Eu não posso demitir um negro, que pode ensinar coisas erradas de sua cultura, porque é CRIME de RACISMO. E por que demitir um homossexual é admissível? Por favor, coloquem a mão na consciência, pensem, reflitam e não generalizem. Laranjas podres (pedófilos) existem em todos os lugares seja LGBT, Hetero, Igreja, Política! E não é porque um empregado é homossexual que ele vai ensinar algo errado para seus filhos! Seria a mesma coisa que minha mãe demitisse minha empregada que me criou quando eu era jovem porque ela se tornou crente e poderia me ensinar coisas da Assembléia de Deus… Por favor, reflitam e sejam tolerantes, amem o próximo independente de qualquer coisa. Foi isso que Jesus ensinou. Boa noite.

  10. E sobre o “coisas erradas” que comentei acima, quando falei dos Negros, por favor, não é ofensa, apenas foi uma suposição, ok? Acabei escrevendo algo que ficou ambíguo… Não tenho nada contra ninguém, obrigado 🙂

  11. Elias Mourao says:

    Se o pensamento da deputada fosse razoável, com alguma margem de procedência à luz do moderno direito, então seria lícito ao empregador selecionar para o seu quadro de pessoal apenas homens, por considerar que as mulheres são dispendiosas pela possibilidade de engravidar e se afastarem do serviço. No entanto, é terminantemente proibido por lei adotar o critério do sexo como fator de admissão e manutenção de alguém no emprego. A deputada deveria lembar que ser homossexual não é uma questão de escolha, como se alguém decidisse, de uma hora para outra, gostar de pessoas do mesmo sexo. É uma questão genética, imposta pela natureza. A orientação sexual, deve ser lembrado à deputada, não tem correlação com o caráter de alguém, mas apenas com a sua preferência afetiva. Se existem gays pedófilos, e de fato existem, também existem um sem número de héteros sexuais pedófilos, estrupadores e tarados.

Comentário aguardando aprovação

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: