Curtas de fim de semana

– Estive num casamento no final de semana. O casal já vivia há 20 anos juntos. Na homilia, o padre celebrante disse que perante Deus, o casal já estava casado, só faltava regularizar perante a Igreja. Fiquei pensando: “se diante de Deus eles já estavam casados, para que regularizar a situação? O mais importante não é estar certo diante de Deus?” Claro, que não é esse o meu pensamento, mas questionei por causa do total relativismo do padre.

– Fui a uma festa junina e lá pelas tantas numa conversa com uma senhora, contamos (eu, minha esposa) que tínhamos voltado de Lurdes há pouco tempo. A senhora ficou frenética diante disso. Disse que amava Lurdes, que acompanhava missas pela internet transmitida direto de Lourdes. Num dado momento, ela disse que até o Paulo Coelho gosta muito de Lurdes e passa sempre o 31 de dezembro na gruta. Então respondi que, infelizmente ele é sincretista, mas ela o elogiou… Aí cheguei à seguinte conclusão – este é o catolicismo moderno: gostar de rezar a Nossa Senhora, mas também acreditar em magia, esoterismo, etc. Para alguns não há nenhuma incompatibilidade nisso.

– A presidente Dilma anunciou que Ideli Salvati irá substituir Luiz Sérgio na Secretaria de Relações Institucionais. Sabem quem é essa Ideli? Ideli Salvati, é uma abortista conhecidíssima. Faça o teste… Google. Põe: Ideli Salvati aborto. São aproximadamente 82.200 resultados em 0,11 segundos. Bobagem? Vai ler sobre ela se não a conhece. Ela disse defender a vida (também daquelas que abortam, não as colocando na cadeia – o que isso quer dizer? não criminalizando o aborto!)

– Para finalizar: Feliz Pentecostes a todos e um bom dia dos namorados para os namorados solteiros e para os (como eu) namorados casados!

 

Anúncios

Sobre catolicosconservadores
Casado, advogado, católico.

2 Responses to Curtas de fim de semana

  1. Douglas says:

    Uma coisa. O sacramento do matrimônio não é concedido pelo sacerdote, mas é realizado pelo casal. Logo, o padre, da forma que você transcreveu, estava certo em sua colocação. Quero dizer, um casal que vive o matrimônio realmente, mesmo fora da Igreja, está já casado realmente. Porém, cabe à Igreja a regulamentação, a bênção. A Igreja aí, desempenha a função de mãe, que concede a bênção protetora e santificadora de Deus, ligando definitivamente no céu, o que já estava ligado na Terra.

    • Caro amigo Douglas, entendo a sua colocação. Porém penso que falar dessa forma cria uma certa ambiguidade na cabeça de católicos mal formados. Pois algum engraçadinho poderia falar assim: ” se já estou casado diante de Deus, para que preciso de sacramento?” além disso, se todos os casais que vivem juntos (união estável juridicamente falando) já estão casados em Deus, o sacramento seria apenas uma regularização na igreja?

Comentário aguardando aprovação

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: